Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

www.inspiraturas.com - visite-nos, também, no facebook

2019

30 de jul de 2009

Sentiu ?

Sentiu ?

Será que ela poderia chama-lo amigo quando trêmula sente o que disse...e na resposta tão mornamente dita...embuída na pergunta que ele fêz...uma sombra de Shakeaspeare reaparece na janela....e ela? e ela?...
Na aflição da coisa dita e sentida se aprofunda na garganta desta vida...e foge como pássaro assustado...e ele? e ele? como será que sentiu tamanho abalo,será que acredita nesta dita que na noite passada havia penetrado...De uma forma encantadora e magistral nas rimas apenas dos poemas sem sequer perto do tato...nem do sensual dilema de escrever coisas calientes...eram apenas os textos a serem avaliados...deglutidos...salivados...lambidos e beijados!
Profundamante entregues entre linhas nada breves...que se abraçavam no impacto de confundirem as letras...quando nem um nem outro sabiam de fato, como poderia ser assim tão bem rimado...um poema que se mostra apaixonado.

Márcia Poesia de Sá


Nenhum comentário:

Postar um comentário

encontre a Casa do poeta Inspiraturas: