Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

21 de nov de 2009

EQUILIBRISTA DE BENGALA

Sou equilibrista de bengala.
Por uma corda bamba oscilo.
Quando a vida é alça sem mala,
peço as lágrimas do crocodilo.

Mato cada dia o tempo perdido,
resgatando velhas idéias do limbo.
Escrevo textos dedicados ao olvido,
que caducam com o meu carimbo.

Nas horas em que foge a decisão,
invisto no cara ou coroa acabrunhada.
Afogo no mar da dúvida; irresolução
e acabo sempre ancorando no nada.

Lugar ao sol; quero fugir do abandono;
desfrutar da boa companhia, colo macio.
Mas na hora do bem bom, caio no sono
E quase sempre desemboco no vazio...

Rosemarie Schossig Torres

11 de nov de 2009

E o silencio...

Como folhas rasgadas, amassadas
Retiradas de um diário sórdido
Rasgo memórias roucas, lamentadas
Sem razão de ser, reviro-as...

Abro baús mofados com os vírus da mentira
Bagunço os sorrisos que de la saiam
E pulverizo razões incabidas e insanas
Nas paginas das indecencias tuas

Falo da voz que se cala estupefata
Gargarejando vinho tinto
na boca da noite cálida

E sussurro lembranças toscas
No fim do livro empoeirado
Que ao acabar de ler, jogo na lareira!

Márcia Poesia de Sá

9 de nov de 2009

Brinca comigo

Deixa que eu largue os pincéis sobre a mesa
Que eu esqueça o cavalete recostado na porta
Aborta este adeus, antes que seja tarde...
Aguarde o momento certo para falar

Cantar este amor devagarinho
em nosso ninho...
Deixa...

Deixa que eu umedeça as tintas de teu ser
Aquelas que enrrijeceram pelo tempo
Alento de meu sentir, é te repintar
Deixa...

Deixa que os vernizes se sobreponham lentos
camadas pós camadas, protegendo este amor
Deixa...

Não me deixe ser metade...
Fragilidade de uma obra inacabada
Estrangulada pelos medos de outrora
Não deixa...

Faremos pois, os dois...
Uma obra completa...
Uma poesia inesquecivel
de tons e rimas possiveis
Um amor para a eternidade!
Uma tela avessa a saudade!
Deixa?

Márcia Poesia de Sá

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia INSPIRATURAS - Escrita Criativa - oferece aos interessados na produção de poemas uma oficina q...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...