Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Untitled-1
Despertar poesia - Inspiraturas
vivências de poesia para iniciantes e amadores
com ênfase na escritura de poemas
exercícios lúdicos e práticas de escrita criativa
subsídios teóricos para a produção de poemas autorais
incentivo à troca de experiências, impressões e sugestões
acompanhamento da produção e dos resultados
Às segundas-feiras, 19:30h até 22h na Casa do Poeta Inspiraturas - Pelotas RS
início em junho. Apenas oito vagas - 70$mês
www.inspiraturas.com
whatsapp 53991212552
oficinainspiraturas@gmail.com

24 de abr de 2010

Página virada

De repente a alma ficara silente,
De lembrança sobrou-lhe apenas uma flor
Sobre o caderno a última frase de amor
Em rabiscos findou-se o sonho luzente...

Flor, só restara em ti perversos espinhos
Versos forjados com os prantos matinais
De letras espalhadas pelos vendavais
Lembranças vão traçando tristes caminhos...

Flor de primores e cores desabrochou
Lançou-se nos afagos da primavera
Tal qual o orvalho se enlaça com a terra
Prende-se a pouca esperança que restou...

Da última página, branca, translúcida,
Restaram meros retalhos espalhados
Em mil poemas de versos amputados
Sem pé nem cabeça, vago, sem vida...

Vêm as chuvas de verão superficiais
Numa correnteza rasa de esperança
Vem numa brisa passageira lembrança
E seu sopro traz tristezas colossais,

Forjado no inferno, em abrolhos de ferro
A morte se desenha rapidamente
Completa o circulo e volta a ser semente,
Na última página, um tom de desespero...

Nenhum comentário:

Postar um comentário