Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Untitled-1
Despertar poesia - Inspiraturas
vivências de poesia para iniciantes e amadores
com ênfase na escritura de poemas
exercícios lúdicos e práticas de escrita criativa
subsídios teóricos para a produção de poemas autorais
incentivo à troca de experiências, impressões e sugestões
acompanhamento da produção e dos resultados
Às segundas-feiras, 19:30h até 22h na Casa do Poeta Inspiraturas - Pelotas RS
início em junho. Apenas oito vagas - 70$mês
www.inspiraturas.com
whatsapp 53991212552
oficinainspiraturas@gmail.com

11 de set de 2010

Tempos de silêncio

Ele fechara os olhos delicadamente
Tentando esconder o pranto caído,
Baixara a cabeça num sinal de luto
Como quem perde um ente querido
Sua alma se tornara silêncio absoluto
Fez-se vento, fez-se voraz corrente

A varrer as ruas num sopro alucinado
Fez-se orvalho nas manhãs de outono
Perdeu-se no tempo por um momento
Tivera por um segundo um sutil alento
Estancando-lhe a ferida do abandono
Sentira-se como um pássaro acanhado

Por uma tempestade de pensamento
Batera a sua porta o som da insanidade,
Num longo suspiro e num breve grito
Expulsando de si seu maior tormento
Enfim encontrara a solidão da liberdade
E para todo o sempre seria seu veredicto...

Transpôs noites dias andando sem destino
Encontrou fontes, horizontes, belos mundos
A si mesmo amava e odiava simultaneamente
Pairava sobre os abismos mais profundos
De rua e rua eterno andarilho sorridente
Mas no fundo era apenas um triste menino?!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário