Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Untitled-1
Despertar poesia - Inspiraturas
vivências de poesia para iniciantes e amadores
com ênfase na escritura de poemas
exercícios lúdicos e práticas de escrita criativa
subsídios teóricos para a produção de poemas autorais
incentivo à troca de experiências, impressões e sugestões
acompanhamento da produção e dos resultados
Às segundas-feiras, 19:30h até 22h na Casa do Poeta Inspiraturas - Pelotas RS
início em junho. Apenas oito vagas - 70$mês
www.inspiraturas.com
whatsapp 53991212552
oficinainspiraturas@gmail.com

24 de mar de 2011

ABRANGÊNCIA POÉTICA – Fase inicial – 3ª Rodada

Abrangência poética

Enquanto houver um tema
Haverá um poeta e, por conseqüência
A poesia será perene e se renovará
Em todos os temas e abordagens

Envolta de personalismos, regionalismos, humanismos
Naturalismos, egocentrismos e que tais
Tendo como pano fundo a vida
Tendo como inspiração a morte
Norteando-se pelos motes mais íntimos do poeta

De sorte que tanto na acidez como no lirismo
Entremeando e viajando por estilos
A poesia estará sempre vigente e vivente
Onde e enquanto existir um poeta
Ainda que este não se considere como tal

Em verdade a amplitude da poesia
Muito além de sua diversidade fórmica
Torna-se uma pujante força de linguagem
Abrangente em sua totalidade
Facilitando a grande quantidade de criações

A relatividade da limitação poética
Ofusca-se no momento em que o autor
Ilumina-se com a aura da inspiração
Ainda que com transpiração
E literalmente “solta os bichos” no papel

Autor 08: Klaus Weber

Um comentário:

  1. Um poema em versos brancos precisa se garantir pelo ritmo e sonoridade, senão se assemelha a uma prosa disposta em versos. É essa a projeção do que chamamos prosa poética, que se não tiver música, não é poética. Em "Abrangência Poética" há algumas rimas internas que ficaram interessantes, mas são poucas para garantir um ritmo coeso.
    O autor utilizou uma linguagem mais discursiva do que lírica, o que deu ao poema uma atmosfera formal. Em algumas passagens há um tom tanto enciclopédico.
    Os excelentes argumentos são o ponto positivo do poema, mas penso que poderiam ser tratados com maior emoção. A proposta metalinguística favorecia o intento e o poeta já emitiu sinais de que sabe fazê-lo. Mas, por fim, o poema ficou tanto frio e bem escrito.
    Nota três

    Wasil Sacharuk

    ResponderExcluir