Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

24 de mar de 2011

EU POESIA – Fase inicial – 3ª Rodada

Eu poesia

Não seremos prolixos, vamos falar de poesia
Eu, meu eu lírico e o alter ego se exporão
Concordamos que a mesma, no âmago, é cega, um lince, feia e linda
Em sua saída, abraçada na verve, leva contigo tato e emoção!

Poesia pode lhe trair, atrair e extrair
Estimular muitos, ou nenhum
Ser alento ou veneno.

Pode, com sua criação, somar ou subtrair
Levar aos sonhos, ser foice perversa, vertigem
Ser seu metiê, ócio, dar ordens ou obedecer.

Em poemas libertinos
Que quase sempre em linhas tortas
Ficariam mortos, desatinos
Mas comovem platéias, alcançam destinos!

No arcano que é a poesia
Fazemos uma idolatria doentia
Poesia é menina traidora e mentirosa.

E nós, mesmo que na ferida exposta da fossa
De pé, batendo palmas
Damos guarida, espaço e nossas almas.

Autor 04: Senhor dos Anéis

Um comentário:

  1. Pontos positivos: Belos achados “é cega, um lince, feia e linda”. Boa sonoridade, com jogos vocabulares interessantes “poemas libertinos/que quase sempre em linhas tortas/ficariam mortos, desatinos(...)”.
    Pontos negativos: Alguns problemas formais: não creio que “a mesma” e “contigo” tenham sido as palavras ideais logo na primeira estrofe. A segunda e terceira estrofe têm menos força que as demais. Na penúltima estrofe há excesso de rimas (ia).
    Nota: 3,75

    Nilson Moreno

    ResponderExcluir

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...