Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

24 de mar de 2011

EU POR EU MESMA – Fase inicial – 3ª Rodada

EU POR EU MESMA

Permita que eu me apresente:

Sou aquela que tudo consente
Impregnada só de sentimento
Traduzo a luz do pensamento
Com o ardor da força comovente
Sou a alma do enamorado
Sentida e tão verdadeira
Colocando-me por inteira
Em prol do apaixonado

Às vezes sou temerária
Levando a fala proibida
Daquele que arrisca a vida
Fazendo-me voz libertária

Sou amiga das crianças                        
Sucesso nas brincadeiras
Nas cirandas sou certeira
Balbuciando esperanças                                                                
                                                                  
Confesso que me deixo usar
Em situações menos nobres
Em mictórios sujos e pobres
Sempre em mau linguajar

Mas também sou a companhia
De alguns na última morada
Homenageando a pessoa amada
Faço-me adeus na lápide fria.

Presente na tristeza e na alegria
Faço das rimas aplauso à vida
Ou triste pranto na despedida
Um traço simples de harmonia...

Muito prazer, sou a poesia!

Autor 01: Vixe!Verso!

Um comentário:

  1. Pontos positivos: Ritmo bom na maior parte do poema, rimas boas e outras comuns, mas que não comprometem. A visão democrática da poesia, que freqüenta cirandas, mictórios e lápides é, além de interessante, condizente com o tom popular do poema. Bom título.
    Pontos negativos: Pelo menos no verso “...força comovente” a rima me soou forçada. Se os versos fossem regulares o poema ganharia em sonoridade.

    Nota: 4,25

    Nilson Moreno

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...