Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Untitled-1
Despertar poesia - Inspiraturas
vivências de poesia para iniciantes e amadores
com ênfase na escritura de poemas
exercícios lúdicos e práticas de escrita criativa
subsídios teóricos para a produção de poemas autorais
incentivo à troca de experiências, impressões e sugestões
acompanhamento da produção e dos resultados
Às segundas-feiras, 19:30h até 22h na Casa do Poeta Inspiraturas - Pelotas RS
início em junho. Apenas oito vagas - 70$mês
www.inspiraturas.com
whatsapp 53991212552
oficinainspiraturas@gmail.com

31 de mar de 2011

O MENINO E A PIPA – Fase inicial – 4ª Rodada

O menino e a Pipa


O menino só sabia soltar pipa. Só queria brincadeira. Com ela, fez amizade. Amizade verdadeira.

Pipa, suba
Não pare por ali
Voe lá, bem alto
Sei que vai conseguir

Pipa, agora que está aí
Olhe para baixo
Consegue me ver?
Estou bem aqui
Olhando para você

Pipa, não balance
Por favor, não se irrite
Só me dê uma chance
De soltá-la, não grite

Pipa, vá
Já está na hora
O pai mandou chamar
Desça agora
Vem jantar!
Vamos?

(...)

Pipa, já disse, não pule
Acabou de comer
Teimosa que é
Vem cá, venha ler

Isso se chama poesia
E é coisa linda Pipa
Pois fala da alegria
Que eu quero que sinta

Mas, também fala da tristeza
Que não se deve lembrar Pipa
Lembre apenas da beleza
Pinte a tristeza com tinta

Pipa bela
Tinta nela
Aquarela Pipa

Pipa querida
Tão colorida
A vida Pipa
A vida


O Dentista

Um comentário:

  1. Atendeu bem à proposta com a conversa do menino com a pipa. Bom ritmo e rimas inusitadas. A segunda parte, após os (...), é menos inspirada que a primeira, apesar de continuar o bom ritmo. Os versos “Mas, também fala da tristeza/Que não se deve lembrar Pipa“ representam conselho controverso, e creio que o correto seria “de que não se deve lembrar, Pipa.”
    Nota: 3,5

    Nilson Moreno

    ResponderExcluir