Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

28 de abr de 2011

LIRA EMUDECIDA - 8ª rodada - etapa final

LIRA EMUDECIDA

Roubaram-te a infância
e vagastes nos ermos acasos.

Levaram-te a adolescência,
ocultastes tua face.

Aviltam tua maioridade
trêmulo espias.

Cuspirão na tua velhice
fraco, já não te insurgirás.

Ouve meu grito:

L
E
V
A
N
T
A

Afia tuas garras de quimera
abre as asas da luta

RECUPERA!

Toca novamente
a lira
há tanto
sem canto.

SONHA!

Aprendiz de Poeta

5 comentários:

  1. Na última rodada, cada poema receberá três notas, uma de cada jurado, e prevalecerá a média como nota final da última rodada.

    ResponderExcluir
  2. Comentário 1:
    Título: Lira Emudecida. Autor: Aprendiz de poeta.

    A proposta dos mediadores da oficina foi clara: um texto que dialogasse com a temática de Galeano. Nesse sentido, o poema intitulado “Lira Emudecida” deixou bastante a desejar. Em nenhum momento há alusão aos apectos abordados por Galeano. Ao invés disso, têm-se um poema em verso livre, cujo tema faz apelo ao encorajamento que se endereça à alguém desprotegido ou desfavorecido pela vida. Ademais, ainda que desconsiderássemos a nuance apontada acima, penso que a finalização da obra não favoreceu o desenvolvimento com o qual a mesma se deu. Quanto a isso, o trecho “Toca novamente/a lira/há tanto/sem canto”poderia ter recebido um melhor tratamento no que diz respeito a pontuação , bastaria uma virgula para que se escandisse melhor o verso e maior potência fosse obtida. Nota: 3,5. Luciana Del Nero.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do lirismo que grita em passagens como

    ‘Afia tuas garras de quimera
    abre as asas da luta’

    muito intenso... gostei da forma, as palavras em maiúscula são enfáticas, parecem querer que o leitor se mexa, levante do chão, e principalmente viva, sonhe... muito bonito. Apenas gostaria que ele fosse mais coeso, acho que entre uma estrofe e outra ficaram buracos, pequenos, mas ainda buracos.

    Bom: 4,0

    Dhênova

    ResponderExcluir
  4. O poema é belíssimo; o título, sensacional; a forma, criativa em versos livres e apelo concreto. A linha argumentativa apenas pousou no mesmo campo semântico da proposta, no entanto, não parece contemplá-la.
    Talvez eu o achasse perfeito num outro mote.
    nota 4

    abraço e parabéns pela maravilhosa participação


    wasil sacharuk

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o conteúdo, bem reflexivo.

    Mas, como leitora a procura do sentido do sonho senti falta de mais divagações. Gosto de poemas robustos livre dos códigos que permeiam a poesia.

    Parabéns, ainda assim...

    ResponderExcluir

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...