Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

9 de abr de 2011

QUANDO É BOM DEMAIS - fase final - 5ª Rodada

QUANDO É BOM DEMAIS

Há suavidade, há permissividade…
tateando por entre os desejos,
navegando nas ondas exógenas.

Lábios tocam e botam fogo
na carne, nos olhos, no fundo.

Há delírio, há delícia...
carícia que eleva o corpo,
a alma, o dia, o senso, o sexo.

Bocas e dentes, dedos e unhas,
mente e pele... sedução e manha.

Há um dentro, há outro fora...
quando é muito bom, não tem hora.


NENA SILVA

3 comentários:

  1. O poema é muito bom. Essa forma 3, 2, 3, 2, 2, vai orientando o leitor; as pausas foram muito bem usadas. Acho que faltou, no entanto, um tom mais incisivo para a proposta.

    nota 4

    Dhenova

    ResponderExcluir
  2. Um poema muito ingênuo para o mote.

    Palavras bem elaboradas mas, não me encantou.

    Lugar comum sem comprometimento ou envolvimento com o sexo oposto.

    Uma divagação erótica...

    ResponderExcluir
  3. Bem fluido. Combina nuanças literais com imagéticas. Por fim, um bom efeito. Muito bom

    ResponderExcluir

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...