Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

21 de abr de 2011

SONHO BOM - etapa final - 6ª rodada

Sonho bom

Meu amigo,

Entre ondas e tormentas
Todo esse sentimento
Já começo me explicando:
Eu amei por um momento

Entenda a situação:
Ele vem aqui de dentro
Vive bem ao lado dela
Não me sai do pensamento

Nas noites de inverno?
É ela que me esquenta
Na praia deserta?
É ela que me alimenta

É tão grande esse desejo
Que me deixa até surdo
Boquiaberto, quase mudo
Nem o mundo mais eu vejo

Como o sol, tão radiante
Ela ofusca o meu mundo
E se eu fosse vagabundo
E bebum por um instante
Por ela? Até trabalharia
E beberia refrigerante

(...)

Amor,

Amor? Sinto muito ao escrever
Com intensidade e não com perdão
É tão lindo, sem idade pra viver
Essas palavras? Vem do coração
E eu digo

E não é só para agradar
Quero você perto de mim
Naquela casa, quero morar
Deitar na cama e no jardim
Rola comigo?

Você é meu sonho bom.

 O Dentista

Um comentário:

  1. O poema traz aquele toque irreverente que se consolidou, cá na oficina, como a marca registrada de "O Dentista" (até o pseudônimo é irreverente).

    Contudo, é justamente essa abordagem irreverente que cria uma distância entre as possibilidades emotivas da proposta e o que o poeta apresenta. Ou seja, o poema é portador de um sorriso indiferente, ao passo que espero uma lágrima emocionada. Seria essa a oportunidade perfeita a quem faz catarse pela poesia (e entendo que não é o seu caso);

    O segundo contexto semântico oferece uma troca de objeto, do amigo para o amor. O grafismo que denota a troca me pareceu insuficiente, daí, soou tanto estranho.

    O poeta revelou, até aqui, um estilo muito singular, premiado por uma série de licenças poéticas. Essa é uma abordagem cada vez mais comum na poesia contemporânea, mas que dificilmente me conquista.

    Também não consegui atravessar a ponte entre o título e o contexto de toda a primeira parte, assim, parece que o título não denota o conteúdo, e só vai se esclarecer (mas sem justificar)no último verso.

    nota 3.5

    wasil sacharuk

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...