Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Proposta lúdica voltada ao desenvolvimento e ao aprimoramento da composição poética. A oficina foi projetada para ser um meio de iniciação na produção literária.

DSCF7250
Exercício leve e agradável de interação e da liberdade de brincar com as letras;

Comentários, sugestões e críticas que focalizam os aspectos positivos e negativos da produção, consistindo numa avaliação personalizada;

Cinco desafios conceituais e criativos voltados ao desbloqueio da escrita e à iniciação na arte de escrever poemas;

A OFICINA DE POESIA ON LINE é coadjuvante do poeta no processo de ilustrar sentimentos, bem como desenvolvê-los e expressá-los numa estética bela e sensível.

22 de mai de 2011

Sobre o amadurecimento da arte, por Wasil Sacharuk

Penso que a arte, definida como tal, demanda o esmero do artista e o uso proeficiente do ferramental correspondente. Contudo, encontramos no nosso contexto algumas variações acerca da intenção que cada qual tem com a própria expressão artística. Há poetas que não consideram o leitor ao compor. Outros (que são poucos) elaboram as reações pretendidas na leitura enquanto escrevem. Os primeiros tendem a utilizar a escrita com o intuito apenas catártico e, em função disso, necessitam consolidar laços de amizade quando pretendem a aprovação para suas obras. Pessoalmente, tenho certa dificuldade de pensá-los enquanto artistas, partindo do pressuposto que a arte precisa considerar o interlocutar para se dizer como tal. Veja bem, isso não diminui a grandeza da expressão, no entanto, não se trata de arte intencional.

Sou um poeta amador e laico. Não li Espanca, nem Pessoa, nem Bandeira, nem Quintana, nem Leminski, nem Bilac, nenhum clássico e não me orgulho disso. Meu primeiro contato efetivo com a poesia se dei há menos de dois anos, quando escrevi meu primeiro poema (na verdade, um acróstico) encantado, no intento, pelo talento de Venus Poça e Decimar Biagini. No decorrer, minha arte amadureceu, mas não o suficiente. E reconheço que necessito de mais leituras e críticas fundamentadas.

Wasil Sacharuk

Nenhum comentário:

Postar um comentário