Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

22 de mai de 2011

Sobre a poesia na internet, por Juleni Andrade

Sempre há algum motivo que move o autor. Não acredito na ideia de escrever para si... ainda mais se publicar o escrito ( em qualquer que seja a mídia ). Quem posta um texto quer ser lido, senão guardaria em algum arquivo próprio.


Quando penso em liberdade do autor, penso em ele escolher o que deseja escrever e como. Claro que o escritor deve está ciente de o que alcançará com sua proposta. Se um artista quer público, deve saber qual tipo de público terá com seu estilo.

Às vezes, a crítica especializada ronda um artista com ideias mirabolantes sobre sua obra... e não entende o que ela significa para o artista e seu próprio público.


Muitas vezes, o público não tem a oportunidade de conhecer certas obras por causa da barreira imposta pela crítica e/ou pela mídia dominante. A internet começa a ser um veículo mais livre da interferência dos teorizadores e capitalizadores da arte.

Juleni Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...