Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

15 de jun de 2011

2ª rodada - Rio do Tempo

Rio do Tempo

Sinuosidade a correr
Caudaloso, intenso.
Vertente margeia
Intensidade perene.
Rio grande, rio do tempo,
Temperamental desafio;
Transbordante
Avançando no eito,
Transpondo margem
E leito
Feito onda de mar.
Enchente
Enxurrada
Rio invasivo
Evasivo
Rompendo divisas
Correndo, correndo
Escorrendo
Dos montes
Alastrando em meus olhos
Irrompendo no peito
Vazante que jorra
Intempestivamente
E chora
Rio-abaixo,
À beira, à margem
Da vida que vagueia
Rio intenso,
Rio vivo
Rio lento
Serpenteante
Rio do tempo.

Ângelus Condor

4 comentários:

  1. Rio do Tempo

    Sinuosidade a correr
    Caudaloso, intenso.
    Vertente margeia
    Intensidade perene.
    Rio grande, rio do tempo,
    Temperamental desafio;
    Transbordante
    Avançando no eito,
    Transpondo margem
    E leito
    Feito onda de mar.
    Enchente
    Enxurrada
    Rio invasivo
    Evasivo
    Rompendo divisas
    Correndo, correndo
    Escorrendo
    Dos montes
    Alastrando em meus olhos
    Irrompendo no peito
    Vazante que jorra
    Intempestivamente
    E chora
    Rio-abaixo,
    À beira, à margem
    Da vida que vagueia
    Rio intenso,
    Rio vivo
    Rio lento
    Serpenteante
    Rio do tempo.

    Ângelus Condor

    Comentários:
    Caríssimo Ângelus Condor, o teu “Rio do tempo” é lindo! Quero crer que houve apenas um dedo apressado na hora da digitação, que, inadvertidamente, engoliu uma letra numa determinada palavra (onde se lê “Avançando no eito” na verdade ler-se-ia “Avançando no leito”, não é mesmo?). A elegância e sutileza das metáforas exploram delicadamente uma experiência de arrebatamento. Experiência transbordante, intensa, cujas margens são transpostas tal qual na imagem evocada, magistralmente, no poema. Nota 5. Luciana Del Nero.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema! Rio do Tempo

    Ângelo Condor.

    Transbordante, Intempestivo,Feito onda de mar...

    Gosto do teu estilo apaixonado e passional, você vai lá no fundo buscar-se ao expôr-se...

    Me cativou

    Parabéns

    Regina cnl

    ResponderExcluir
  3. "Ângelus Condor", gostei muito desta correnteza de palavras que trazem imagens fortes deste rio... esta ação toda 'rompendo divisas' transborda paixão. Um ótimo poema. Nota: 5,0.

    ResponderExcluir
  4. Ângelus, parabéns!
    Só posso fazer coro aos demais.O Rio do Tempo é caudaloso e inspirado.A nota 5,0 é justa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...