Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

20 de jun de 2011

3ª rodada - Os becos

Os becos

Os becos são feitos de tijolos e paradoxo.
Têm em suas entranhas o silêncio dos meus olhos,
carregam nas trevas o mesmo desespero que habita minha alma.
Sempre que me percebo,
acordo com as insanas vozes dos becos,
volto dos sonhos assustado e noctívago
 pisando em falso
nos escuros segredos que me vem de suas nauseantes falas.
Cada palavra um grito humano
soco no estômago da musa que se esconde atrás da caneta.
Só tenho tempo para versos rápidos,
- acenos de rosas negras marcadas -
lúcidos lampejos ante a escancarada janela do quarto
e exausto, já na hibernação das horas
abandono meu abrigo e vou às ruas amar os becos
colher em suas chagas abertas
as ranhuras dos espíritos que cochilam tranqüilos em seus pés,
admirar a liberdade de seus mendigos filósofos
e aquecer meus ossos nas cinzas de uma extinta fogueira fedendo óleo diesel
e vidas secas.

                                                                                          A Voz do Vento

2 comentários:

  1. Voz, o seu “Os becos” me sugere mais uma prosa que uma poesia.U ma prosa poética, talvez, já que usa muitos recursos líricos; só que nesse caso, a estrutura das frases teria que ser revista.Fica aí a minha dúvida.

    Há lindas e inusitadas imagens, como ...”soco no estômago da musa que se esconde atrás da caneta.” Puxa!Achei realmente ilustrativo!

    O Pedido foi atingido, já que a realidade e suas mazelas foram bem exploradas aqui.

    A despeito da forma, gostei bastante do que li e minha nota é 4,5

    Marisa Schmidt

    ResponderExcluir
  2. Essa imagem do cotidiano ficou espetacular. Um encontro com a parte escura da própria existência...
    As vidas dos becos, no poema, não me pareceram secas (amar os becos, mendigo filósofo), daí causou pequena confusão ao meu entendimento. As chagas abertas denotam vida em plena intensidade.
    A escolha do léxico ficou muito boa, no entanto, tenho certa dificuldade de ler a prosa poética como quem lê um poema. Sinto falta da musicalidade, do ritmo que, para mim, é a alma da poesia. Contudo, devo reconhecer a qualidade da obra.

    Nota 4

    wasil sacharuk

    ResponderExcluir

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...