Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Proposta lúdica voltada ao desenvolvimento e ao aprimoramento da composição poética. A oficina foi projetada para ser um meio de iniciação na produção literária.

DSCF7250
Exercício leve e agradável de interação e da liberdade de brincar com as letras;

Comentários, sugestões e críticas que focalizam os aspectos positivos e negativos da produção, consistindo numa avaliação personalizada;

Cinco desafios conceituais e criativos voltados ao desbloqueio da escrita e à iniciação na arte de escrever poemas;

A OFICINA DE POESIA ON LINE é coadjuvante do poeta no processo de ilustrar sentimentos, bem como desenvolvê-los e expressá-los numa estética bela e sensível.

20 de jun de 2011

3ª rodada - Reflexão

Reflexão

Gosto do aroma
Da essência
Do grão de café torrado
Mascado, degustado
 Escorrendo em minha garganta
Seu sabor é inefável.

O sol bate seu ponto
A pobreza amanhece sutil
Verdadeira, sem máscara
Perambulo quase transparente
Pelas esquinas
Percorro becos, ruas, avenidas
Acabo sempre na encruzilhada

A vida pulsa
Olho no fundo negro
Dos olhos desse povo

São gentes
Frustrações e desejos
Anseios e desesperança
Solidão...

A crueldade do mundo
Os dilacera
Por um instante penso:
Eles nos pedem tão pouco!

--
Campos & Espaço

2 comentários:

  1. Campos & Espaço, seu poema “Reflexão” atende ao solicitado, falando da realidade que enxerga enquanto toma seu cafezinho.Há boas imagens que nos remetem à cena vista, mas poderia ter mais força na argumentação. O final ficou, na minha leitura, meio suspenso, pedindo um arremate, uma conclusão que fechasse a tal reflexão. Eles pedem o que? Por que é pouco o que pedem?

    Mesmo assim é um bom poema e minha nota é 4,0

    Marisa Schmidt

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da conexão entre a primeira estrofe e o restante. Tanto pode denotar um ato de reflexão, durante o café, ou o prosseguimento da vida no cotidiano. Não fica claro, no entanto, torna a obra ainda mais rica.

    A troca da pessoa do discurso, no último verso, me deixou sem entender o desfecho. "Eles nos...". Não ficou claro quem são "eles" e quem são "nós".

    nota 3,5

    wasil sacharuk

    ResponderExcluir