Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

7 de jul de 2011

5ª rodada – Utópico tempo

Utópico tempo

Disseram-me para dar tempo ao tempo
O mesmo passou...

Sóis e luas, estações, os anos
Rugas, cabelos brancos.

Perdi alguns amigos
Ganhei alguns zunidos.

Não soltei pião
Nunca aprendi violão
Jamais namorei de mãos dadas
Tampouco chutei latas.

Perdi praias e cachoeiras
Ganhei cataratas.

Dar tempo ao tempo?
Eu o fiz...

E ainda não fui feliz!

Tony Montana

5 comentários:

  1. Um poema sensacional. Irretocável.
    Parabéns.

    nota 5

    wasil sacharuk

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse poema!

    Gostei de tudo : da construção, das imagens, da sonoridade, das analogias...

    Olhe, Tony, só esta “perdi praias e cachoeiras, ganhei cataratas”, já valeria

    a nota 5,0 que , muito feliz, dou a Utópico Tempo.

    Marisa Schmidt

    ResponderExcluir
  3. maravilha... só tenho aplausos!

    nota: 5,0

    ResponderExcluir
  4. Tony Montana

    Perdi alguns amigos
    Ganhei alguns zunidos
    E ainda não fui feliz!

    Perfeito! mexeu aqui dentro...

    Parabéns

    ResponderExcluir
  5. O tempo que Tony Montana explorou em Utópico tempo é melancólico. Com versos curtos e ágeis, a temática é tangenciada com fluidez, embora a densidade da mensagem. Este artifício convida o leitor à leitura, motivo pelo qual lhe dou a nota 4,5. Luciana Del Nero.

    ResponderExcluir

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...