Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Proposta lúdica voltada ao desenvolvimento e ao aprimoramento da composição poética. A oficina foi projetada para ser um meio de iniciação na produção literária.

DSCF7250
Exercício leve e agradável de interação e da liberdade de brincar com as letras;

Comentários, sugestões e críticas que focalizam os aspectos positivos e negativos da produção, consistindo numa avaliação personalizada;

Cinco desafios conceituais e criativos voltados ao desbloqueio da escrita e à iniciação na arte de escrever poemas;

A OFICINA DE POESIA ON LINE é coadjuvante do poeta no processo de ilustrar sentimentos, bem como desenvolvê-los e expressá-los numa estética bela e sensível.

16 de ago de 2011

Escolhemos


Escolhemos


Cristina, não certo que arrastemos
Por mais tempo este infortúnio enleio
E ter no coração o som de um dano
Que acontecera numa vida passada...

Viremos então de vez esta página,
Acertamo-nos ou nos separamos
Faz-se preciso tomar esta escolha
Mesmo que seja doída a renuncia...

Fitemos  para sempre nossos olhos
Ou abramos subitamente os corações,
Só não podemos continuar viver em meio
A meias verdades das palavras omitidas...

Há horas que penso já saber tudo,
Outras percebo não saber de mais nada
É difícil entender a álgebra do destino
Nem sempre cabe só a nos as escolhas...

Arrastam-se as nossas horas infortunas
A vida é breve e a eternidade uma quimera,
E todo o silêncio destas horas tão vazias
São palavras que se perderam no caminho


O tempo passa e desenha nossa história
E vai o acaso nos embalando pelas ruas
E apenas nos escondemos por traz
Da translúcida cortina da realidade...

Onde nos achamos?  Onde nos perdemos?
Onde ficamos? Para aonde nós correremos?

Aqui estamos à meia luz olhando
Olhando para horizontes paralelos
O da realidade e o dos sonhos...

Não digamos que é o desejo do destino,
Pois, o destino tudo aceita, e ele tem
Entre mil e uma formas e variantes
Podemos apenas dar-lhe um contorno...

Assim contornando as diferenças
Possamos superar as desavenças,
Ficarmos juntos por qualquer tempo
Ou sermos eternamente separados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário