Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

18 de ago de 2011

Estações VIII


Sou navegante do tempo e do mundo,
E de cais em cais eu me alimento,
Sou fiel habitante de momento,
Navegando por este mar sem fundo...

Temo terminar como moribundo,
A vagar no cais do esquecimento
Sem corpo, sem alma, sem sentimento
Das tristes despedidas oriundo...

Navegante do tempo, do espaço
Andarilho das trilhas do acaso,
Sou o desbravador do dia a dia

Poeta das madrugadas silentes
Mesmo quando são os mares frementes
Sempre retorna a branda calmaria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...