24 de set de 2011

3ªOficina - 3ªrodada–enviar até 22 de outubro de 2011

POESIA SOCIAL:

Poesia social também é chamada de Condoreirismo.

Condoreirismo ou condorismo é uma escola literária da poesia brasileira, a terceira fase romântica, marcada pela temática social e a defesa de idéias igualitárias, nas décadas de 60 e 70 do século XIX.

Nos últimos anos, voltada para a comunicação em massa, a poesia social sofreu muitas transformações. Sua  ligação  direta  é  com o cotidiano, ficando muito próxima do registro do instante, do minuto  e  daquilo  que  está no ar. Não importa mais a elaboração literária, o que  importa  é  a  expressividade  direta, a confissão de sentimentos miúdos e comuns. Em vez do trabalho da construção literária, a pura expressão do eu. Os temas são despretensiosos e ingênuos, sempre com um toque de humor.

As principais características da poesia social são:  volta  ao  discursivo,  poemas curtos, linguagem simples, corriqueira, entendível, temas voltados para a pobreza, a marginalidade, regionalismos, a não preocupação com a forma, preocupação com detalhes.

Adaptado de: http://www.webartigos.com/articles/40337/1/POS-MODERNISMO-NO-BRASIL/

Não há vagas - Ferreira Gullar

O preço do feijão
não cabe no poema. O preço
do arroz
não cabe no poema.
Não cabem no poema o gás
a luz o telefone
a sonegação
do leite
da carne
do açúcar
do pão

O funcionário público
não cabe no poema
com seu salário de fome
sua vida fechada
em arquivos.
Como não cabe no poema
o operário
que esmerila seu dia de aço
e carvão
nas oficinas escuras

- porque o poema, senhores,
está fechado:
"não há vagas"

Só cabe no poema
o homem sem estômago
a mulher de nuvens
a fruta sem preço


o poema, senhores,
não fede
nem cheira

 

Colaboração de Rogério Germani

------------------

A provocação:

Elabore um poema social identificado com elementos da sociedade brasileira, em qualquer âmbito. Envie o poema para academiadodiscurso@gmail.com  até o dia 22 de outubro.

Boas inspirações!

15 de set de 2011

Regulamento da 3ªOficina Inspiraturas

3ª OFICINA INSPIRATURAS

INSPIRATURAS é um laboratório literário destinado a ser uma alternativa ao desenvolvimento da escrita poética por meio do exercício criativo. Trata-se de uma organização sem fins lucrativos orientada para o incremento cultural na forma da troca de experiências literárias.

A proposta da OFICINA INSPIRATURAS é fomentar um canal para que os poetas possam submeter seus poemas à apreciação de um corpo de jurados e receber notas e críticas destinadas à obra. Não se trata de um concurso, mas sim, um laboratório para o incremento da criação escrita. Assim, a pontuação obtida pelos oficineiros, durante a oficina, espelhará o nível de aceitação das obras pelo leitor comum.

Os jurados serão habituais leitores de poesia e/ou poetas que colaborarão de forma voluntária e sem ônus para o laboratório. Os participantes não deverão esperar críticas profissionais e nem fundamentadas, pois tanto as notas quanto as críticas, atribuídas pelos jurados, serão de natureza subjetiva e deverão retratar a abstração do leitor e sua reação emocional face ao poema. O compromisso dos jurados voluntários é apenas o de atribuir uma nota de zero a cinco, avaliar um aspecto positivo e outro negativo de cada poema de forma honesta e imparcial. Cada poema receberá uma ou mais notas de jurados diferentes. Nos possíveis casos em que houver mais de uma avaliação dos jurados a um mesmo poema, prevalecerá a média das notas atribuídas.

Os jurados voluntários conhecerão apenas os pseudônimos dos autores, que terão suas identidades preservadas. O coordenador da oficina, Wasil Sacharuk, acolherá as inscrições, portanto, somente ele saberá a identidade dos participantes, no entanto, as guardará sob sigilo. Os pseudônimos escolhidos pelos oficineiros devem preservar o sigilo acerca da identidade e, portanto, estarão sujeitos à aprovação dos coordenadores.

A convocação para atuação dos jurados dependerá da dinâmica de classificação na oficina. Eles receberão um arquivo contendo a relação mínima dos poemas que devem ser avaliados, no entanto, são convidados a avaliar livremente, se possível, a todos os poemas das rodadas.

A DINÂMICA DA OFICINA

A oficina será desenvolvida em cinco rodadas. A freqüência de cada rodada é de sete dias. Semanalmente, será publicada no site OFICINA INSPIRATURAS, http://www.inspiraturas.com/, a proposta que norteará a produção do poema correspondente a próxima rodada, bem como as datas para a entrega das obras finalizadas.

Os poetas oficineiros que não entregaram os poemas propostos em data hábil, poderão continuar participando, no entanto, ficarão com nota zero na rodada em que houve atraso.

O autor que somar a maior pontuação será o vencedor da oficina. Se houver empate, será considerado vencedor o autor que obtiver a maior nota na última rodada.

Não haverá premiação ao vencedor, além da oportunidade de agregar valor à própria escrita, o compartilhamento de sua arte e o reconhecimento no nosso meio poético da internet.

Os poemas deverão ser INÉDITOS e produzidos para atender as propostas divulgadas nas datas previstas. O autor se compromete a não postá-los em outros espaços até o final do desafio, sob pena de desclassificação.

Os poemas deverão ser enviados ao correio eletrônico: academiadodiscurso@gmail.com, acompanhados do pseudônimo do autor, até as datas limite previstas na agenda da oficina.

O coordenador divulgará os poemas no blog da oficina, indicando apenas o pseudônimo do autor.

Os autores que chegarem até a última rodada estarão de acordo com a divulgação de suas identidades, após o encerramento da oficina, mediante prévia autorização no formulário de inscrição.

Os oficineiros desistentes durante o decorrer da oficina são convidados a continuar participando como jurados.

Aceitaremos, de bom grado, cortesias dos admiradores da poesia para compor uma possível premiação, as quais teremos prazer em divulgar em nossos espaços.

Inscreva-se, também, para ser jurado numa próxima edição.

Poderão ocorrer mudanças na dinâmica da oficina para otimizá-la, desde que não prejudiquem os autores e assegurem a imparcialidade. Esperamos encontrar nossas deficiências e colaborar de forma mais eficiente. Ajudem-nos a melhorar a OFICINA INSPIRATURAS. Envie suas opiniões, sugestões e críticas para academiadodiscurso@gmail.com.

Os interessados em participar poderão inscrever-se por meio do formulário eletrônico disponível no site ou, então, colar o texto abaixo numa nova mensagem de email, informar os dados e envia-los para academiadodiscurso@gmail.com

INSCRIÇÃO NA OFICINA INSPIRATURAS

Tipo de inscrição: ( ) autor oficineiro ( ) jurado voluntário
NOME:
e-mail:
site/blog:
Pseudônimo desejado:
Lê poemas? ( )nenhum ( )poucos ( )frequentemente ( )muitos
Escreve poemas? ( )nenhum ( )poucos ( )frequentemente ( )muitos
Gostaria de ser autor/colaborador no blog Inspiraturas? ( )sim ( )não
Você leu e está de acordo com o regulamento da oficina? ( )sim ( )não
Concorda em ter sua identidade revelada após o encerramento da oficina?
( )sim ( )não

MANUAL DOS JURADOS VOLUNTÁRIOS

1.Os jurados, após a leitura de cada obra, atribuirão uma nota de zero a cinco e tecerão dois comentários: um, apontando aspectos positivos, e outro, apontando aspectos negativos acerca da obra julgada. Se desejarem, poderão apontar mais elementos. Nos casos em que houver mais de uma avaliação dos jurados a um mesmo poema, prevalecerá a média das notas atribuídas.

2. Os comentários não necessitam de fundamentação teórica e nem técnica. Basta que os jurados avaliem a forma como são "tocados pela obra", considerando, para tal, os critérios que lhes aprouverem.

3. Os jurados deverão estar comprometidos em colaborar com os autores no desenvolvimento de suas escritas e, para tal, a idoneidade e a imparcialidade serão qualidades esperadas.

4.Os jurados previamente credenciados terão seus nomes divulgados, junto a um pequeno perfil de qualificações, no site da oficina.

5. Em virtude da finalidade não-comercial da oficina, os jurados concordam em colaborar sem qualquer ônus ao evento.

6. Esperamos dos jurados o compromisso com os prazos para entrega dos comentários. O cumprimento da agenda depende dessa atitude. Caso não seja possível, solicitamos que o jurado comunique a coordenação com a maior antecedência possível.

MANUAL DOS AUTORES OFICINEIROS

1. Os autores oficineiros terão o compromisso de produzir um poema por semana atendendo a agenda da oficina.

2. Os autores oficineiros deverão atender as propostas designadas a cada rodada, as quais serão divulgadas com, no mínimo, seis dias de antecedência no site da oficina.

3. Os autores oficineiros deverão enviar a obra finalizada dentro do prazo estipulado na agenda da oficina.

4. Os autores se comprometem a não questionar as avaliações dos jurados voluntários (é interessante a leitura do manual dos jurados).

5. Dado o caráter meramente cultural do evento, os autores reconhecem que não têm direito a qualquer pagamento ou premiação por sua participação.

6. Os autores autorizam a publicação dos comentários dirigidos aos seus poemas, advindos dos jurados e de leitores autenticados no sistema google/blogspot.

7. Os autores que chegarem até a última rodada concordam em ter sua identidade revelada ao final da oficina.

MANUAL DA COORDENAÇÃO

1.O coordenador tem o dever de proceder a triagem das inscrições e se compromete a guardar absoluto sigilo acerca da identidade dos autores, que usarão pseudônimos.

2. O coordenador deverá fazer com que os prazos agendados sejam cumpridos.

3. O coordenador prestará as informações devidas a todos os participantes.

4. O coordenador tem o direito de excluir a participação de qualquer autor oficineiro ou jurado voluntário no decorrer da oficina, desde que fundamentado em aspectos comportamentais.

5. Se houverem cortesias ou incentivos de parceiros do evento que possam ser distribuídas aos participantes a título de premiação, o coordenador deverá procedê-lo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...