Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

8 de nov de 2011

3ªOficina - 5ªrodada - Tempo de Inocência


TEMPO DE INOCÊNCIA

Eram apenas páginas
e mais páginas de livro,
mas que cantavam
para meus olhos ouvirem.

Falavam de Heróis,
com H maiúsculo,
feitos de garra, fibra e História
e um punhado de sonhos e músculos.

Eram meus heróis da infância:
tão reais quanto o sol
que a vista alcança,
sem superpoderes, sem capas, sem utopia:
tão reais que cabem em minha poesia.
Minha poesia? Vou, agora, compô-la,
pois que passou, sem heroísmo,
a inocência do tempo da escola...

Ah, meus heróis!
Almirantes, capitães, marechais!
Se puderem responder
agora em tempos de paz:
quantas crianças perderam a infância,
sem heróis que as salvassem,
e dormiram na lama,
para que vocês, meus Heróis,
tivessem eternizada a sua fama?

Tom Alguma Coisa

4 comentários:

  1. Bela surpresa me trouxe o poema “TEMPO DE INOCÊNCIA”.
    As divagações sobre o próprio passado do eu-lírico até a terceira estrofe o fazem parte da História do país. E como tal, depois de certo tempo, desperta para a realidade; a criança de outrora percebe os contrapontos, efeitos colaterais na fabricação dos heróis de guerra.
    A sonoridade também me agradou: ficou leve. Leve feito sorriso infantil.

    Nota 5,0

    Rogério Germani

    ResponderExcluir
  2. Tempo de Inocência - Tom Alguma Coisa

    Não gostei do título, há passagens mais ricas que dariam um bom título mesmo no texto, alcançou o tema mas ao meu ver foi pouco lírico, mais narrativo. Mantém o ritmo.

    Dirce dos Santos
    nota: 4,0

    ResponderExcluir
  3. O poema tem uma bela forma, ótima sonoridade, mas a mensagem ficou sem impulso. Logo, sobrou estilo, mas faltou conquistar pelo discurso.
    Nota 4,0

    Wasil Sacharuk

    ResponderExcluir
  4. Bom trabalho poético entre jogos em memória e adoce trajetória de um alguém, acredito eu coloca sua ixistência num louvor suave com bom tom de leitura. Uma forma ausente de estilo.

    Nota: 4,5

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...