Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Proposta lúdica voltada ao desenvolvimento e ao aprimoramento da composição poética. A oficina foi projetada para ser um meio de iniciação na produção literária.

DSCF7250
Exercício leve e agradável de interação e da liberdade de brincar com as letras;

Comentários, sugestões e críticas que focalizam os aspectos positivos e negativos da produção, consistindo numa avaliação personalizada;

Cinco desafios conceituais e criativos voltados ao desbloqueio da escrita e à iniciação na arte de escrever poemas;

A OFICINA DE POESIA ON LINE é coadjuvante do poeta no processo de ilustrar sentimentos, bem como desenvolvê-los e expressá-los numa estética bela e sensível.

5 de jan de 2012

Brinde

 

                       

                                                                                                              B

                                                                                                                R

                                                                                                                   I

                                                                                                                     N

                                                                                                                        D

                                                                                                                           E

Pelos momentos em que nos conhecemos

Pelos momentos em que nos enlouquecemos

Pelos momentos em que suprimos nossas carências

Pelos momentos em que enxugamos nossas lágrimas

Pelos momentos em que parecia que éramos coniventes

Pelos momentos em que nos chamamos de caras de pau

Pelos momentos em que nos amamos olho no olho

Eu suplico definitivamente minha silenciosa

Não presença em seus momentos

De coração apertado

Mesmo

Sem ter

Razão. Tintim!

 

 

 

Paulo Roberto de Ataíde - Paulo D’Athayde

Nenhum comentário:

Postar um comentário