Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

13 de fev de 2012

INSPIRATURAS - "palavrinventada"®

INSPIRATURAS - "palavrinventada"®

Oficina para o desenvolvimento de uma escrita despojada e criativa, a partir do uso de inovações lexicais. (por Dhenova, Leh Lopes e Wasil Sacharuk).

De uma palavra inventada, absurdamente possível, escreva um poema ou narrativa curta. O desafio é produzir um texto original.

Não esqueça de deixar uma palavra inventada para o próximo escritor.

www.inspiraturas.com

 

primeira palavra:

TAFUIO

------------------


Tafuio

Passei o dia meio truco-retruco
maio maluco
completamente desluio

desagravei um conluio
almocei qualquer treco
com arroz pescosseco

alvorotei um sucesso
esqueci o circunflexo
que define o sexo

passei o dia mais louco
num sol bocomoco
com pensamento tafuio.

Wasil Sacharuk

 

---------------

próxima: andermaiskin

4 de fev de 2012

AS AQUARELAS DO BRASIL

Meu Brasil tem sete cores
Terra de muitos amores
Frevo , samba , sombra dos coqueiros
Praias , botequins , pitu , futebol , vários cantos ...

O teu céu é mais azul
Lá nas bandas do Norte
Primavera enfeitada no Sul
Em bosques de árvores frondente .

No Nordeste , ondas tranquilas
Praias com piscinas de águas mornas
Que com toda a sua beleza
De encanto e cântico , encanta .

Meu Brasil tem muitas ilhas..
Destaco uma preferida : Fernando de Noronha
Se eu tenho este paraíso no Nordeste
Por que deixa-lo pra viver no Sudeste ?
Lá , aquele céu brilhoso , exala o claro anil
Do meu querido , da minha terra , meu Brasil !

Ana Maria Marques
Fevereiro /2012

QUEM PODERÁ SABER


QUEM PODERÁ SABER


Quem poderá saber
Ao certo o movimento
Desta vida incerta
Que se movimenta
Inventa e reinventa

Numa busca eterna
Uma direção interna
Para uma vida sem seta

E o destino são escolhas
Individuais ou coletivas
O acaso esculpido
Numa percepção

E o tempo
É apenas a impressão
Uma sensação
Desenhada
Na busca de uma
Explicação concreta...

POR QUE NÃO CHAMAS


POR QUE NÃO CHAMAS


Por que não chamas
Quem tanto te inflama

Assim passa nosso
Tormento levemente

Enquanto imaginamos
Sentir o que não sentimos
Forjando sentimentos
Que não temos pra fugir

Da realidade que ruge
Como um trovão à noite
Entre os lábios silentes

Pensar me dói, pensar em ti
Dói-me mais, muito mais...

Suavemente vivemos
O que pensamos ser
Sutilmente distorcemos
O que não podemos ver,

Apenas para crer
Que a realidade
Não é nem a sombra
Do que possa parecer...

REFLORESCER


REFLORESCER


Ó Cristina,
Por que não te satisfaz
O jardim do meu regaço?
O que mais queres
Que eu te ofertar?

Tantas são as borboletas
Que desejam aqui pairar...

Por que não te deleitas
Nesta fonte cuidadosamente
Ornamentada em meu peito?

A vida passa,
As flores passam também
Os jardins trocam suas flores

E um botão não pode
Duas vezes florescer...

OS LÍRIOS DO RIO PIEDRA


OS LÍRIOS DO RIO PIEDRA


Bálsamo eterno, berço dos deuses
Oráculo da divina face da terra

Os doces lírios do Rio Piedra

Lírios que suas margens adornam
Enquanto desliza por teu leito
Tua noiva, véu que desce a serra

Aspergindo tua audácia vital
Sobre os doces lírios que te guardam...

Ó grande Rio Piedra, de tantas faces
De tantas quedas, vale dos suplícios

Dei-me os teus formosos lírios
Que brotam em meio as tuas pedras...

São imponentes os lírios do Rio Piedra

De singelo se vestem, em glória se revestem,
Oasis divinos se formam no teu ventre,

No meu eco grito mil vezes quão divinos
São os inigualáveis lírios do Rio Piedra...

Luz da Realidade


LUZ DA REALIDADE


Permeia-me a noite
E a tarde escurece
A luz que concerne
            (de forma vã)

Mas em mim está
Acesa a luz perene
De quem não esquece...
            (num divã)

Sinto mas lhe digo
Não sentir que sinto
Dar tempo ao tempo
(perder a razão)

Indo ao cerne da razão
A luz que me é perene
É a luz da imaginação...
            (heroína e vilã)

A realidade é percepção
É uma interpretação
Que escurece e amanhece
            (sempre vem a luz).

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia INSPIRATURAS - Escrita Criativa - oferece aos interessados na produção de poemas uma oficina q...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...