Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

www.inspiraturas.com - visite-nos, também, no facebook

2019

31 de out de 2013


É cedo da tarde, tardiamente calço-me de andarilha. Encantadas são pedras que calçam as ruas, vejo percorrer entre os paralelepípedos linhas que formam sorrisos e por entre os risos caminho e me entrelaço, cantarolo uma bossa do Tom, para cada novo passo acalmo toda a pressa. Deio-me seduzir pela flor laranja crescida no pé da calçada de uma casa feia, aproximo-me dela e a faço companhia, teço uma reza de bruxa para abençoar os poetas que circulam e que impregnam as ruas com gargalhadas e poesia. Em nós o Sol não queima, ilumina a face como diamante no dedo...

 

É cedo da tarde e muito que sorrir, mas quando for tarde da tarde poderei pintar estrelas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

encontre a Casa do poeta Inspiraturas: