Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

www.inspiraturas.com - visite-nos, também, no facebook

2019

31 de jan de 2014

Não há palavra que rasgue o silêncio da aurora.
Não há silêncio que impeça o bom dia do galo.
Não há segredos que passarinhos não ouçam.
Nem mistérios que as folhas não farfalhem entoando versos.
Ou um novo dia que encerre a madrugada triste.


Bia Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

encontre a Casa do poeta Inspiraturas: