Oficina de escrita literária Inspiraturas, em Pelotas

Oficina de escrita literária Inspiraturas - o fim da página em branco - A ti, que ainda acreditas na escrita, em especial a Poesia, como ...

13 de jun de 2017

RECUERDO CALIENTE, por Jorge Moraes

RECUERDO CALIENTE

Fez-se o solo intumescido,
Fertilizando sementes;
E elevaram-se imponentes
Como guardas perfilados;
E os tenros botões dourados
Transmutaram-se em pingentes:
De verde em rubro “caliente”
De frutos já sazonados.

Há neste simples recuerdo,
Cultivado com esmero
Não apenas um tempero
Para aguçar paladares;
Notarás, ao degustares,
Que a vida requer prudência,
Mas é soberba a existência
Apesar de seus pesares.

Sê comedido na ingesta;
Bota tenência ao alarde
Em excesso, a língua arde
E o calorão atropela;
Portanto, mantém cautela
E sorve de vagarinho
Gelados, água ou vinho
Pra refrescar a goela.

Se por ventura a estirpe
For ferida no seu brio,
Não é qualquer desafio
Que um índio macho rejeita:
“Prende o dente” e te deleita,
Mas cuida que não te traia
Uma lágrima que caia
E a bravura ser desfeita.

Convém destacar ainda
Que, dentre seus componentes,
Há valiosos nutrientes
Ao fluxo circulatório;
E, é público e notório,
Assim prega a medicina
Que ela também elimina
Processos inflamatórios.

As fronteiras se ampliaram
Na mais recente pesquisa,
E a ciência a preconiza
No tratamento ao obeso,
E não só reduz o peso:
Colesterol também cede,
E o benefício procede
Se quiser ficar reteso.

Seria dedo-de-moça,
Se não fosse a transgenia,
E até parece ironia,
Mas é a mais pura verdade;
Quem sabe esta variedade
Cujo nome desconheço
Batiza-se pelo apreço
De pimenta da amizade.

Inspirou-me o jardineiro
Com o lavor que o deleita;
E ao proceder à colheita
Cada fruto o gratifica;
E jubiloso o dedica
Aos amigos, com estima
E num gesto que o sublima
Quem divide, multiplica.

Jorge Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...