Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

Oficina de Escrita Literária - POESIA - on line

Oficina de Escrita Literária Online – Poesia

Proposta lúdica voltada ao desenvolvimento e ao aprimoramento da composição poética. A oficina foi projetada para ser um meio de iniciação na produção literária.

DSCF7250
Exercício leve e agradável de interação e da liberdade de brincar com as letras;

Comentários, sugestões e críticas que focalizam os aspectos positivos e negativos da produção, consistindo numa avaliação personalizada;

Cinco desafios conceituais e criativos voltados ao desbloqueio da escrita e à iniciação na arte de escrever poemas;

A OFICINA DE POESIA ON LINE é coadjuvante do poeta no processo de ilustrar sentimentos, bem como desenvolvê-los e expressá-los numa estética bela e sensível.

26 de set de 2017

Cena e Sumário

Cena e Sumário

Por Norman Friedman:

- SUMÁRIO NARRATIVO: relato generalizado ou a exposição de uma série de eventos abrangendo um certo período de tempo e uma certa variedade de locais, e parece ser o modo normal, simples, de narrar.

- CENA: a cena imediata emerge assim que os detalhes específicos, sucessivos e contínuos do tempo, lugar, ação, personagem e diálogo começam a aparecer.

http://seletadeprosa.blogspot.com.br/2007/10/cena-sumrio-e-panorama.html

Cena e Sumário – exemplo:

Descrição

A casa de Madalena situava-se numa rua escura. Era um velho sobrado de alvenaria, em estilo colonial, perdido no meio de um descampado.

Narração – Sumário

Todas as noites, antes de dormir, Madalena verificava, com esmerado método, se as portas e janelas estavam bem trancadas. Consumia, nesta operação, mais de trinta minutos.

Narração – Cena

Numa noite de inverno, ouviu um leve ruído na janela do quarto. Acendeu a luz, assustada. Sacudiu o marido, que continuou a dormir profundamente. O vento, pensou. Permaneceu a noite toda em claro, rezando para Nossa Senhora dos Aflitos. Na manhã seguinte, comentou o fato com o marido. “Coisas da tua imaginação”, sentenciou ele. No entanto, uma hora mais tarde, Madalena mostrou-lhe, triunfante, pegadas de galocha sobre a terra úmida.

Narração – Sumário

Madalena redobrou os cuidados. Contratou uma firma de vigilância, que instalou alarmes de última geração em todas as entradas da casa, além de reforçar os trincos das portas e janelas. Também adquiriu um casal de cachorros filas.

Narração – Cena

Um dia, o castelo ruiu. Um ex-funcionário da firma de vigilância entrou na casa de Madalena, utilizando-se dos códigos de acesso que roubara ao ser demitido. A mulher ainda gritou, antes de ser morta com um tiro certeiro na testa. O marido teve mais sorte: morreu dormindo.

Aulus Mandagará Martins


DESAFIO:

- escreva um conto, marcando bem as passagens de cena e sumário, com o tema “Insônia”

Boas inspirações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário