Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

29 de mai de 2018

Ousadia

Ousadia

Mais um dia se apaga
saio pela rua descalça
pés no asfalto
dançam uma melodia
que ninguém escuta
como testemunha, o vento
 espectadora, a lua

Sem pudor,
canto à loucura
imagino cenas
finjo ser outra
instante de prazer

A vida tem disso
corpos não servem de abrigos
almas não comportam sensatez

Escuridão perde espaço
para um brilho que irradia
de uma sonhadora ao extremo
buscando sensações
e colecionando momentos.

Rebeca Bulcão
Proposta “pés no asfalto”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

encontre a Casa do poeta Inspiraturas: