Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.

www.inspiraturas.com - visite-nos, também, no facebook

2019

11 de set de 2010

Tardes chuvosas.

Sim! Eram negras tardes
Que se vestiam de solidão
Com os olhos nebulosos
Tateando na escuridão

Vou dormir eternamente
Para sentir o tempo passar
Como um temporal voraz
Sem ter pressa de chegar...

Vou como um pássaro
Que perdeu suas asas
Canta na esperança de voar
Com o peito em brasas...

Lágrimas corriam por sua fronte
E eram como as tardes chuvosas
Em que a alma se cobria de luto
Esperando respostas silenciosas...

Tornou-se vento invisível,
O último suspiro, e fechara os olhos
Engolira a seco sua decepção
Partira com a alma cheia de abrolhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

encontre a Casa do poeta Inspiraturas: