Queremos o fim da página em branco. No projeto Inspiraturas, exploramos estímulos muito diversificados que têm no grupo a base fundamental. Daí, podemos treinar e desenvolver uma escrita mais sensível, espontânea e livre. Uma forma lúdica de derramar as palavras ainda não escritas.
OFICINA DE ESCRITA LITERÁRIA INSPIRATURAS - Repaginada para 2019 - novos desafios - inscreva-se! Integre conceitos, técnicas e inspiração em desafios lúdicos

31 de jan de 2019

Carta, por Eva Crochemore - Oficina Inspiraturas de Escrita Literária


Sr. Guardião de dons e talentos,

Sempre considerei admirável, por sua nobreza, a tarefa que desempenhas. Não só guardas todos os dons e talentos, mas também te agradas sobremaneira em distribuí-los entre os humanos, de modo que seja edificada a vida de um com o talento do outro. Nesta benemérita mutualidade, propões que ofertemos ao outro o nosso melhor.

É fascinante como derramas sobre os artistas teus fluidos generosos, cabendo aos poetas, verdadeiros chefs da poética gourmet, preparar com arte a palavra-alimento que sacia as almas famintas de sensibilidade e carentes de beleza interior.

Aos músicos concedes como dádiva criativas sonoridades; aos artistas plásticos, fantásticas imagens, cor e forma; e aos literatos, o som, a cor e a forma que a poesia desenha, pinta e sonoriza.

Pude sentir teu toque. Foi na madura idade, de coração contrito. Tu bem sabias da dor daquela perda me pesando a alma. Senti teu orvalho, teu refrigério. E a inspiração vinda do teu mundo fez eclodir em mim lampejos de arte. Talvez considerasses que era chegada a hora de eu me despedir do meu artista plástico que fora para junto de ti havia meses. Desenhei, naquela tarde, surpreendentes e admiráveis imagens reveladoras de singela beleza a retratar boas lembranças. Aqueles desenhos simbolizaram uma homenagem póstuma. Nunca mais desenhei.

Quando me abri a receber mais de ti, me surpreendeste com pequena porção do gosto pela escrita. Ainda homenageei o meu irmão-artista com o meu primeiro poema. Sei que ele o leu no meu coração. Não parei mais de escrever.

Agradeço-te por isso, sábio guardião, mas principalmente por teres me apresentado a Oficina de Arte de Todas as Letras. Lá fui recebida por teus talentosos poetas, teus agraciados artistas que fazem da palavra seu instrumento musical, sua tela, sua obra de arte em prosa e verso. E a cada encontro tens preparado um banquete de talentos, para nos deliciarmos com as melhores porções que preparamos e servimos uns para os outros.

Com gratidão,

Tua oficineira

Eva Crochemore, janeiro de 2019.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

www.inspiraturas.com - visite-nos, também, no facebook

oficina de escrita literária = RESTAM DUAS VAGAS em Pelotas